Cruz das Almas

A comunidade da Cruz das Almas contada em poesia pela ex moradora MARIA AUGUSTA DE LEO,

Local onde era a casa e a bodega de LIÓ E MARIA AUGUSTA

 

270912_453817274700873_1587277518_nMeu Deus quero sua ajuda, e também inspiração, para contar uma historia  daqui do alto sertão,onde vivi uns anos no meio do matagão.

Há muitos anos atrás, tinha terra de sobra, os homens não tinham ganância, nem sequer plantavam roça, viviam no mato caçando, e as casas eram de palhoça.

Depois foram se espertando, e começaram a pensar alguns dos mais espertos, começaram a marcar o seu pedaço de mata, sem ninguém observar.

Começaram a criar gado, solto na mata bruta,quando queria pegar, pense quanta luta, vaqueiro no meio do mato, nos tabuleiros e nas grutas e deste vaqueiro era nada mais nada menos de que AGENOR DA LAJE

A fazenda tabuleiro, era de um velho doutor, que nem conhecia bem ,pois morava salvador, tinha uns pobres homens que era seus trabalhadores.

Tem uma cruz la no alto, a muitos e muitos anos, os visinhos contam, que foi os vaqueiros,brigando,morreu um lá no raso e outro saiu bomgando.

Não sei se é lenda ou verdade, e história do que o povo conta, que o outro pobre coitado, doente morreu  na cruz das almas, conhecida na vizinhança.

SAM_0097

Pedro pinto já morava, logo depois do varjão, e convidou os parentes, e também os seus irmãos, para construir uma capela, para fazer oração.

O lugar foi melhorando, e foi ficando habitado, todos juntos preservava, a capela com

Lió,Dedinha,e seu pai João Geraldo ex - moradores da cruz das Almas

Lió,Dedinha,e seu pai João Geraldo ex – moradores da cruz das Almas

cuidado, do lado também estava à família de João Geraldo.

A historia tem sentido, que os mais velhos contavam, o nome de cruz das almas no lugarzinho  botaram,que permanece até hoje, para todos que lá moraram.

Cruz das Almas até hoje, e um local conhecido, já foi muito habitado,e hoje  esta novamente esquecido,o mato tomando conta , mais um vez esquisito.

A família de Pedro pinto, que a capela construiu, e por muitos e muitos anos, todo cuidado existiu, com missa terços e outros  os vizinhos se divertiu.

Local onde era a casa e bodega de Zé Baixinho

Local onde era a casa e bodega de Zé Baixinho

Foi ficando muito habitado, fizeram dois bares próximos, de LIO E ZÉ BAIXINHO, os dois faziam negocio, final de semana era festa, dos beberões era o foco.

Alguém não esta mais que, como o amigo ZÉ BAIXINHO, era um dono de bar também um dos vizinhos, LEO também tinha um bar, do outro lado do caminho.

Morena,Zé Baixinho e seu filho Batista

Morena,Zé Baixinho e seu filho Batista

Gente já imaginou, como é a nossa vida, a nossa amiga MORENA, que era tão ativa,parou para este mundo ,não importa mais para a vida.

Naquela luta diária, nunca faltava gente, para todos os trabalhos, MORENA era a da frente, tomava conta de tudo, a luta era dela sempre.

Foi mais de 20 anos, toda aquela animação, vinha gente de toda parte, para tomar um quentãozinho, e todos negociavam, e conseguiam o seu pão.

Hoje não tem mais ninguém, uns morreram outros saíram, e a pobre capelinha, esta querendo cair, será que vai acabar toda a história dali?

cruz das almas

ALUNOS DO CEAT

Tem que aparecer alguém, para da capela cuidar, lazer um ponto turístico, pára o povo visitar, pois PE um lugar bonito, para a natureza estudar.

Ao lado tem um riacho, com um terreno rochoso, muitas arvores antiga,enche os olhos de invejosos, não pode ser desprezados ,cuidem dele de novo.

Professores: Moseis, Jocelina,Batista Oliveira,Coordenadora Fátima e Jilvanda e alunos da Escola Floriano Peixoto

Professores que hoje ensina, os filhos dos que nasceram la, estão mostrando para eles , as belezas do lugar, e obra da natureza , e preciso preservar.

Vamos renovar a capela, para lembrar os antigos, e contar as historias, para não ser esquecidos, e fazer da cruz das almas um lugar de turismo.

Se não gostou me desculpe, pois eu já sou me deitar, vou tirar uma soneca, para amanha trabalhar, depois tirar umas férias, preciso muito descansar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *